Varinhas - Ilvermorny

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mensagem por Alaric Connington em Seg Dez 05, 2016 2:15 am


Varinhas


Código:

[b]Madeira: Madeira da varinha
Núcleo: Núcleo da varinha
Tamanho: Tamanho da Varinha
Estrutura: Flexível, meia-flexível, inflexível[/b]


Madeira



Acacia (Acácia) - produz varinhas com um poder muito estável e forte para seus verdadeiros donos

Alder (Amieiro) - é melhor para feitiços não-verbais, de onde vem sua fama de ser apropriado apenas para os bruxos e bruxas mais avançados.

Apple (Macieira) - Elas são melhores e mais poderosas com donos que tenham muitas ambições e ideais à realizar, e essa madeira não vai bem com Artes das Trevas.

Ash (Freixo) - O dono ideal para a varinha de freixo deve ser tenaz e com certeza corajoso mas nunca arrogante ou grosso.

Aspen (Álamo) - a varinha de álamo é uma das poucas que são particularmente adequadas a mágicas marciais.

Beech (Faia) - Varinhas de faia são muito fracas quando usadas por pessoas pobres de espírito ou intolerantes.

Blackthorn (Espinheiro-Negro) - as varinhas feitas dessa madeira parecem precisar passar por um grande perigo ou dificuldade para se tornarem verdadeiramente fiéis. Depois disso, a varinha de espinheiro-negro se torna a companheira mais fiel e leal que qualquer um poderia querer!

Black Walnut (Nogueira-negra) - a varinha de nogueira negra procura um mestre que tenha bons instintos e ponderosa intuição.

Cedar (Cedro) - a varinha de cedro se sente em casa onde há perspicácia e percepção.

Cherry (Cerejeira) -  as varinhas de madeira de cerejeira fabricam varinhas que tem um poder realmente letal, independente do núcleo, mas principalmente se unida com fibra de coração de Snallygaster, a varinha nunca deve ser portada por um bruxo que não tenha auto-controle e força mental.

Chestnut (Castanheira) - é a madeira mais curiosa e multifacetada de todas, pois varia largamente suas características dependendo do núcleo e absorve muito da pessoa que a possui.

Cypress (Cipestre) - Varinhas de cipestre são associadas à nobreza

Dogwood (Corniso) -  Varinhas de Corniso são peculiares e muito travessas; ela tem uma natureza muito brincalhona e insistem em procurar parceiros que possam proporcionar a elas muita emoção e diversão.

Ebony (Ébano) - Essa madeira muito escura tem uma aparência e reputação impressionantes, sendo altamente adequadas aos mestres em mágicas de combate e transfiguração. O ébano fica mais feliz nas mãos daqueles que tem coragem de ser eles mesmos.

Elder (Sabugueiro)[1/1] - Essa é a madeira de varinha mais rara de todas, e tem fama de ter muito azar, a varinha de sabugueiro é a que mais traz surpresas ao seu mestre. Ela contem uma magia muito poderosa, mas teima em não obedecer a qualquer um que não seja seu dono superior. É preciso ser um bruxo memorável para manter-se com uma varinha de sabugueiro por muito tempo.

Elm (Olmo) - as varinhas de olmo escolhem aqueles que tenham presença, destreza mágica e alguma dignidade nativa.

English Oak (Carvalho Inglês) - Uma varinha para os bons e maus tempos é uma amiga leal ao bruxo que a merece. Varinhas de carvalho inglês escolhem parceiros fortes, corajosos e fieis.

Fir (Abeto) - Não há dúvidas de que essa madeira, que vem de uma das árvores mais flexíveis que existem, produz varinhas com um poder muito estável e forte para seus verdadeiros donos, e não funciona bem com os que não tem muitas habilidades ou que sejam indecisos.

Hawthorn (Espinheiro-alvo) -  as varinhas de espinheiro-alvo, que tem uma natureza muito complexa e intrigante, assim como aqueles que são escolhidos por elas. Varinhas de espinheiro-alvo funcionam bem com magia curativa, mas também são hábeis em maldições, e eu percebi que a varinha de espinheiro-alvo se sente mais à vontade com alguém de natureza conflituosa, ou com um bruxo ou bruxa que esteja passando por uma período conturbado.

Hazel (Aveleira) -  a varinha de aveleira costuma refletir o estado emocional de seu dono, e funciona melhor com um mestre que a entenda e possa controlar seus próprios sentimentos.

Holly (Azevinho) - é um raro tipo de varinha de madeira; tradicionalmente considerada protetora, funciona
melhor com aqueles que, talvez, precisem de ajuda para superar tendência a sua raiva e impetuosidade. Ao mesmo tempo, varinhas de azevinho escolhem donos que estão envolvidos em alguma busca perigosa e muitas vezes espiritual. Azevinho é uma dessas madeiras que variam radicalmente sua performance dependendo do núcleo da varinha, e é notoriamente difícil unir essa madeira com a pena de fênix, uma vez que a madeira volátil conflita, curiosamente, com a indiferença da fênix; mas em caso de alguém encontrar seu par em uma varinhas dessas, ninguém deverá ficar em seu caminho.

Hornbeam (Choupo-Branco) - varinhas de choupo-branco escolhem para si parceiros que tenham apenas uma genuína paixão na vida, o que alguns chamariam de obsessão (embora eu prefira o termo “visão”), com a qual eu sempre vou estar realizado. As de choupo-branco se adaptam mais rapidamente do que qualquer outra ao estilo de mágica de seu proprietário, e se tornará muito personalizada tão rápido, que as outras pessoas irão achá-la extremamente difícil de manusear mesmo para o mais simples dos feitiços.

Larch (Lariço) - Forte, duradoura e de cor quente, o lariço tem sido uma madeira atraente e poderosa. Tem a fama de incutir coragem e confiança em quem a usa, assegurando que a procura superou as expectativas. Entretanto, essa varinha tão procurada, é difícil de proporcionar o que seria ideal a seus donos, e muito mais difíceis de lidar do que muitos imaginam.

Laurel (Loureiro) - Diz-se que as varinhas de loureiro não são capazes de cometer atos desonrosos, embora em sua busca por poder (um coisa muito comum entre aqueles que elas escolhem), eu conheci varinhas de loureiro que fazem magias muito poderosas e até letais. Varinhas de loureiro as vezes são consideradas instáveis, mas isso não é verdade. A varinha de loureiro parece não tolerar preguiça de seu possessor e está na condição de ser mais fácil ganhar sua lealdade. Por outro lado, ela se ligará mais facilmente ao seu primeiro mestre, e pode soltar espontaneamente algumas luzes se outro bruxo ou bruxa planejar roubá-los.

Maple (Bordo) - Eu geralmente percebo que aqueles que são escolhidos por varinhas de bordo são por natureza viajantes e exploradores; elas não são varinhas de tarefas-de-casa, e preferem ambição em seus donos, caso contrário sua magia se desenvolve carregada e imprecisa.

Pear (Pereira) - Essa madeira dourada produz varinhas de poderes mágicos esplêndidos, e dão o seu melhor nas mãos de que tem um coração bondoso, generoso e prestativo. Os donos de uma varinha de pereira são, pela minha experiência, populares e respeitados.

Pine (Pinho) - As fibras da varinha de pinho sempre escolhem donos independentes e individualistas, que
talvez sejam conhecidos como solitários, intrigantes e, talvez, misteriosos.

Poplar (Choupo) - Aí está uma varinha realmente consistente, forte e uniforme, sempre feliz ao trabalhar com um bruxo ou bruxa de clareza moral.

Red Oak (Carvalho) - Na verdade, o dono ideal para uma varinha de carvalho é aquele que tem incomuns reflexos rápidos, fazendo desta um varinha perfeita para duelos. Menos comum que o Carvalho Inglês, eu descobri que seu dono ideal deve ser sensível, de raciocínio rápido e adaptável às situações e, geralmente, criam feitiços famosos e característicos, e são ótimos parceiros de luta. Varinhas de carvalho são, na minha opinião, as mais bonitas.

Redwood (Pau-Brasil) - Varinhas de pau-brasil não são sortudas, mas elas são fortemente atraídas por bruxos e bruxas que tem a habilidade de ter os pés no chão, fazer a escolha certa, e tirar vantagem de uma catástrofe.

Rowan (Romeira) - O tronco da romeira sempre foi um dos melhores para se fabricar varinhas, porque ele é mais protegido do que os outros, e, pela minha experiência, deixa os feitiços defensivos especialmente mais fortes por ser difícil de quebrar.

Silver lime (Lima-prata) - O motivo para tanto desejo nessa varinha não vem apenas de sua aparência exótica e bela, mas também porque tem fama de se saírem melhor em vidência e legilimência, ambas artes misteriosas, o que dava ao professor com uma varinha de lima-prata um status considerável.

Spruce (Abeto Vermelho) - As varinhas de abeto vermelho exigem mão firmes, pois elas costumam ter sua própria ideia de como a magia deve ser executada.

Sycamore (Figueira) - A madeira da figueira cria varinhas curiosas, sedentas por novas experiências e que perdem seu brilho quando sujeitas à atividades mundanas.

Vine (Videira) - Varinhas de videira são um dos tipos mais incomuns, e eu fiquei intrigado ao notar que seus donos são os bruxos ou bruxas que geralmente procuram os melhores objetivos, que tem uma visão além do normal e que frequentemente tentam surpreender aqueles pensam que os conhecem melhor. Varinhas de videira parecem ser fortemente atraídas por pessoas de personalidade misteriosa, e eu as acho mais sensíveis que qualquer outra na hora de procurar um possível par.

Walnut (Nogueira) - Aos bruxos e bruxas inteligentes é bom oferecer primeiro uma varinha de nogueira, porque de nove em dez casos, elas serão almas gêmeas. Varinhas de nogueira também são muito encontradas nas mãos de bruxos inovadores e inventores.

Willow (Salgueiro) - Varinhas de salgueiro possuem um incomum dom para cura, e eu percebo que o dono
ideal para essa varinha geralmente tem um pouco de insegurança (nada comprovado), embora eles tentem escondê-la.

Yew (Teixo) - Varinhas de teixo estão entre os tipos mais raros, e seus parceiros ideais são também incomuns, e ocasionalmente notórios. A varinha de teixo tem fama de se doar totalmente ao seu possuidor, o que deve-se dizer, é claro, sobre todas as varinhas; ainda, as varinhas de teixo tem um lado mais escuro da fama, por ser boa com maldições e duelos.

Núcleos

Chifre de Horned Serpent - É dotado de poderes perigosos e extraordinários. É voltado para as artes das trevas sendo ótima em tortura, maldições e azarações. É uma varinha que escolhe bruxos que demonstrem poder, bruxos misteriosos mas com certezas naquilo que acredita. Com pulso firme, essa varinha torna-se quase invencível. Não gostam de perder tempo com feitiços idiotas, mas querem o tempo todo serem usadas para feitiços avançados.

Pena de Thunderbird - O mais raro de todos os núcleos, é independente e totalmente poderoso, quando o bruxo é escolhido pela mesma, é capaz de realizar grandes feitos. Um ótimo núcleo para feitiços defensivos e magia branca, como medibruxaria. Também é boa com lampejos, caracterizada por escolher pessoas com pulso firme mas também com bom caráter. O possuidor desta varinha deve ser um ser de Espírito Livre, não gostando de serem aprisionadas em alguma coisa, querem liberdade para desenvolver suas habilidades.

Fibra de Coração do Snallygaster - As que possuem fibra são comumente poderosas e respondem ao dono com lealdade e extravagância. Pode ser mais rígida com o próprio dono, exigindo dele pensamentos e motivações claros, seja para o bem ou para o mal. Como fisicamente possui características próprias, é esperado que a fibra como núcleo aja por meio destas características, sendo uma varinha que pode ser difícil de domar, agindo por merecimento do portador e não apenas por sua vontade, mas uma vez domada, ela responderá com lealdade ao possuidor. São boas em feitiços ofensivos e como supracitado, se o bruxo for merecedor, pode ser grande utilidade em batalhas, tornando-se muito violenta ao protegê-lo.

Fumaça de Esconde-Esconde - O núcleo mais maligno que existe, é dotada de capacidade trevosa, só conseguem utilizar feitiços das trevas, tendo um poder magnífico quando conjura este tipo de magia, é impossível conjurar feitiços de cura para com essa varinha. Transparece escuridão e maldade para quem está por perto, geralmente é usada por Purgantes por todos os Estados Unidos da América. Muito misteriosa, esconde seus pensamentos do possuidor, só será útil quando conquistada.

Dente de Hodags cabeças-de-sapo - A varinha caçadora, não se retém a um só alvo, a uma só missão, mas deseja cada vez mais ação e emoção pelo mundo afora, não se permite permanecer presa em um lugar ou em alguma coisa, mas deseja com todo o ser caçar inimigos de seu possuidor, demonstra mais interesse em matá-los do que o próprio domador. São perfeitas para quem busca uma vingança de sangue.

Pelo de Wampus - A varinha com pelo de Wampus é bastante persistente, que escolhe como dono aqueles que geralmente julgados, que costumam surpreender aos demais por serem realmente brilhantes. Não gostam de nada relacionado as trevas por isso seus donos tem personalidades voltadas a bondade e humildade, tem tendências a seguir a parte emotiva de seu possuidor, respondendo conforme seu dono se sente. São ótimas varinhas para duelo já que facilmente rebatem feitiços ofensivos e também são boas em ataques.

Pelo de Pukwudgie - Uma varinha para protetores. Apesar de ser uma criatura muito irritadiça, os Pukwudgies gostam de proteger aquilo que possuem, e assim são classificadas as varinhas de seu povo. Raras e muito difíceis de serem encontradas, as varinhas de protetores escolhem pessoas que lutam por seus objetivos até o fim, e que raramente desistem de algo. São equilíbrio perfeito, perigosas e com certo brilho natural perante a  luz. Varinhas de Pukwudgie são tão boas com feitiços ofensivos como com feitiços de proteção, mas dificilmente são domadas. Escolhem pessoas com coração geralmente puro e corajoso, e raramente seguem os mal intencionados.

Galhada de Lebrílope - Uma varinha travessa e muito elétrica que descreve bem a personalidade de seu dono. Varinhas com esse tipo de núcleo preferem pessoas criativas e cheias de vida, e perdem o poder quando são obrigadas a fazer coisas chatas como pegar os chinelos se recusando a obedecer. Podem ter tendências voltadas tanto para o bem quanto para o mal, tendo como característica marcante a personalidade forte, são muito teimosas, e tem a mania irritante de errar os feitiços quando bem entendem, muitas vezes chegando a deixar seu companheiro na mão. Quando o portador consegue conquistar sua lealdade, serão companheiros perfeitos e jamais errarão um com o outro, desde que tenham ideias semelhantes.




Última edição por Alaric Connington em Seg Dez 05, 2016 7:17 pm, editado 2 vez(es)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Gabriel Strauss em Seg Dez 05, 2016 6:22 am
Nome: Gabriel Strauss
Madeira:Hazel (Aveleira)
Nucleo:Pelo de Wampus

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Olaf H. Williams em Seg Dez 05, 2016 7:13 pm
Nome: Olaf Haraldson Williams
Madeira: Carvalho
Núcleo: Pelo de Pukwudgie
Tamanho: 33 centímetros
Estrutura: Inflexível

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Nebia S. McCartney em Seg Dez 05, 2016 7:39 pm
Madeira: Walnut
Núcleo: Pena de Thunderbird
Tamanho: 34 cm
Estrutura: inflexível

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Wendy Salvatore em Ter Dez 06, 2016 2:35 pm
Nome: Wendy Salvatore
Madeira:Black Walnut (Nogueira-negra)
Núcleo: Pelo de Pukwudgie
Tamanho: 35 cm
Estrutura: inflexível

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Thunderbird em Dom Dez 11, 2016 8:11 am
Atualizados!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Ellie Carpenter em Sab Jan 14, 2017 10:40 pm
Madeira: Dogwood (Corniso)
Núcleo: Galhada de Lebrílope
Tamanho: 30 centímetros
Estrutura: Flexível

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum